Acompanhe o blog atraves do seu e-mail

Quem somos:

Valinhos, SP, Brazil
Eu sou consultor de TI e a Walquíria, professora. O meu hobby é o tiro esportivo e o dela, a leitura. O nosso é o motociclismo.

segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

Moto


V-Strom

Shadow 750
Quando compramos a Shadow, a idéia era que aquela moto nos levaria nessa viagem. Mas quanto mais agente viajava nela mais fomos nos dando conta de que talvez aquele modelo não se encaixaria nos nossos planos. Não que a moto seja ruim, muito pelo contrário pois ainda temos ela e a usamos com frequencia para viagens curtas e trabalho. Gostamos de motos Custom e enquanto pudermos mantê-la, ficaremos com ela. Mas existem dois problemas: Em viagens de longo percurso ela castiga um pouco a coluna e os rins do piloto e do passageiro devido ao tipo de suspensão traseira. Além disso ela é muito baixa em relação ao solo e isso exige estradas bem asfaltadas e cuidadas porque facilmente ela "raspa" o protetor do carter ao passar por buracos ou leves depressões. Carregada e com passageiro, qualquer lombada um pouco fora das especificações faz com que o protetor do carter "pegue" no chão. Claro que o fato de eu ser pesado ( 105 Kg ) colabore com o problema. Portanto no início deste ano resolvemos comprar uma big-trail que sem dúvida nenhuma é o tipo de moto para longas viagens e topa enfrentar quase todo tipo de terreno. A escolha do modelo não foi difícil - como o orçamento disponível não permitia comprar a solução perfeita - BMW GS1200 Adventure, moto na casa dos R$ 90.000, acabamos por comprar a Suzuki DL650 V-Strom que quando comparada aos outros modelos da faixa de cilindrada e preço foi aquela que ofereceu, dentre as outras opções, as melhores características que eu procurava: conforto para longas viagens em estradas asfaltadas, potência, autonomia, fácil obtenção de acessórios e boa capacidade de carga. Eu tinha dúvidas quanto à potência pois "apenas" 650 cilindradas me parecia pouco mas como o Eduardo me disse na época, não era pouco não. Comprei e após algumas viagens pude constatar que ela vai bem com passageiro e carga. Velocidade média de cruzeiro na casa dos 130 Kms/H em rotações por volta de 6500 RPM ela traz um nível bem baixo de vibração. E tem espaço suficiente no acelerador para se chegar aos 160 - 170 Kms caso necessários em ultrapassagens. A nossa DL já está bem ensinada:  entre Fevereiro  e Dezembro de 2011 já temos rodados com ela mais de  26.000 Kms. Portanto considero que estamos bem equipados neste quesito para enfrentar essa aventura.

2 comentários:

  1. Mario e Walquiria,
    Façam uma excelente viagem, curtam muito esse sonho e vençam todas as dificuldades.
    Feliz aniversário e Feliz 2012.
    Walter Chaves

    ResponderExcluir
  2. Bom dia
    Já seuiquesairam de Floripa e estão na estrada novamente.Estou acompanhando a viagem através dos torpedos da Priscilla ( sou sogra dela).
    Desejo a vcs uma boa aventura e que sejam felizes nas novas descobertas. Aproveitem cada lugar novo que conecerem. Abraços e fiquem com Deus...

    ResponderExcluir